sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Secretaria de Estado de Cultura divulga Prêmio Governo Minas Gerais de Literatura

Retirado do site da SeC-MG em 30/11/12 do endereço:

http://www.cultura.mg.gov.br/component/content/article/205/1334

O escritor Rui Mourão é o indicado da categoria ‘Conjunto da Obra’

A Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Superintendência do Suplemento Literário, divulgou, nesta quinta-feira (29-11), o resultado do processo de seleção do Prêmio Governo Minas Gerais de Literatura, que tem o propósito de incentivar a produção literária mineira e brasileira.

Na categoria ‘Ficção’, que contemplou o gênero de contos, o vencedor foi Francisco Maciel, com 'Não adianta morrer'; em ‘Poesia’, Otto Leopoldo Winck, com a obra 'Desacordes', foi o ganhador; o ‘Jovem Escritor Mineiro’ desse ano foi Alex Sens Fuziy com 'O frágil toque dos mutilados'. O escritor José Rui Guimarães Mourão foi o escolhido na categoria ‘Conjunto da Obra’.

O Prêmio Governo Minas Gerais de Literatura está em sua 5ª edição e distribuirá R$212 mil reais (duzentos e doze mil reais), sendo R$ 120 mil (cento e vinte mil reais) destinados ao ‘Conjunto da Obra’, R$ 42 mil (quarenta e dois mil reais) para o ‘Jovem Escritor Mineiro’, R$ 25 mil (vinte e cinco mil reais) para a categoria de ‘Ficção’ (conto) e R$ 25 mil (vinte e cinco mil reais) para a ‘Poesia’.

A Comissão que analisou e julgou as propostas de obras literárias foi composta por: Ângelo Oswaldo de Araújo Santos, Amilcar Vianna Martins Filho e Ivan Ângelo para a categoria ‘Conjunto da Obra’; Antônio Cezar Drumond Amorim, José Eduardo Silva Gonçalves e Júlio César de Assis avaliaram ‘Ficção (Conto)’; Antonio Libério Neves, Fabrício Marques de Oliveira e Murilo Marcondes de Moura julgaram a ‘Poesia’ e Carlos Herculano de Oliveira Lopes, Márcia Angelita Tiburi e Noemi Jaffe Cartum analisaram o ‘Jovem Escritor Mineiro’.

O escritor Rui Mourão

Nascido na cidade de Bambuí, localizada no Oeste de Minas Gerais, em 18 de novembro de 1929, o escritor José Rui Guimarães Mourão, escolhido para receber o Prêmio na categoria ‘Conjunto da Obra’, dirige há mais de 30 anos um importante espaço cultural do país: o Museu da Inconfidência, em Ouro Preto.

Rui escreve ensaios e romances e imprime em suas obras valores de preservação da memória de Minas e do Brasil. Em sua carreira de notável dedicação às letras, pode-se destacar: a fundação da revista ‘Tendência’, em 1957, junto com Affonso Ávila e Fábio Lucas; a atuação no Suplemento Literário de Minas Gerais como editor; o lançamento da revista ‘Vocação’; além de diversas premiações e medalhas - como a Medalha Rodrigo Mello Franco de Andrade - que serviram para legitimar a sua contribuição cultural para o país.

Nomes como o já citado Affonso Ávila (2011), Silviano Santiago (2010), Luís Fernando Veríssimo (2009), Sérgio Sant`Anna (2008) e Antonio Candido (2007) também já venceram o ‘Conjunto da Obra’, categoria essa que foi a razão de existir do prêmio, em 2007. Apenas no ano de 2008 as outras modalidades integraram o edital.

Sobre o Prêmio

O Prêmio Governo Minas Gerais de Literatura foi lançado em dezembro de 2007 e desde então é realizado anualmente, com o objetivo de promover e divulgar a literatura brasileira, reconhecendo grandes nomes nacionais e abrindo espaço para os jovens escritores mineiros. O prêmio é dividido em quatro categorias: I - Conjunto da Obra (homenagem a um escritor brasileiro em atividade), II - Poesia, III - Ficção e IV - Jovem Escritor Mineiro. Nas categorias Poesia e Ficção, o Prêmio é aberto a escritores iniciantes e/ou profissionais, maiores de 18 anos, nascidos e residentes em território nacional. Já a categoria Jovem Escritor Mineiro é restrita a pessoas com idade entre 18 e 25 anos, nascidas em Minas Gerais ou residentes no Estado há pelo menos cinco anos.

Em todas as categorias, as obras não podem ter sido publicadas anteriormente, seja de forma impressa ou virtual.

Nessas cinco edições, o Prêmio já recebeu mais de quatro mil inscrições, vindas de todo o Brasil, em especial de Minas, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia e Distrito Federal.

Leia Mais ►

Vale-Cultura e ProCultura

Retirado do site do MinC em 30/11/12 do endereço:

http://www.cultura.gov.br/site/2012/11/29/vale-cultura-e-procultura/

Ministra fala sobre projetos da Pasta em tramitação no Congresso Nacional

Durante a sessão de promulgação da Emenda Constitucional nº 71/2012, que cria o Sistema Nacional da Cultura (SNC), no Plenário do Senado Federal, nesta quinta-feira (29), a ministra falou, também, sobre o ProCultura e o Vale-Cultura, aprovado recentemente na Câmara dos Deputados. “Tenho plena certeza que o Senado acompanhará e aprovará mais esta ação, que é como um Bolsa Família da Alma”. O programa vai beneficiar cerca de 17 milhões de trabalhadores que poderão ter acesso a shows, cinemas teatros a consumir livros, CDs e DVDs, entre outros produtos culturais.

A ministra afirmou que seria ótimo se a aprovação pudesse ter no Senado a mesma velocidade que teve na Câmara. Está programada para a próxima semana a nomeação do relator do projeto de lei que institui o Vale e a intenção é que o andamento seja rápido, devido a sua grande importância.

“O Vale-Cultura vai ter um impacto muito grande. Os trabalhadores que recebem até cinco salários mínimos mensais e que têm vontade de consumir Cultura, mas não têm condições financeiras, ou até têm, mas o fazem com grande dificuldade, poderão ir ao cinema, comprar livros… Enfim, consumir Cultura”, destacou a ministra.

Ainda segundo Marta, o Vale é uma questão de acesso e fomento ao círculo virtuoso de economia do setor da Cultura. O benefício ao trabalhador, somado às demais ações do MinC, imprimem a efetivação de uma política de inclusão.

ProCultura

Em seu discurso, a ministra também assinalou a tramitação no Senado do ProCultura, que consiste na modernização da Lei Rouanet. Segundo Marta, trata-se de mais uma ação que vai ajudar a fazer com que a Política de Estado da Cultura alcance o país em dimensões maiores, em abrangência nacional.

Leia também matéria da Câmara dos Deputados.

(Texto: Rosiene Assunção, Ascom/MinC)

(Fotos: Elisabete Alves)

Leia Mais ►

FestCine, novo nome do Festival de Vídeo de Pernambuco, começa semana que vem

Retirado do site da Revista O Grito em 30/11/12 do endereço:

http://www.revistaogrito.com/page/blog/2012/11/29/festcine-novo-nome-do-festival-de-video-de-pernambuco-comeca-semana-que-vem/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+revistaogrito+%28Revista+O+Grito%21%29

Começa na pró­xima semana no Recife, o Festival de Vídeo de Pernambucano, que acon­tece de 03 a 08 de dezem­bro no Cinema São Luiz, na Boa Vista. A maior novi­dade é que o evento muda de nome a par­tir deste ano, pas­sando a se cha­mar FestCine (um apelo bem mais pop). A sele­ção audi­o­vi­sual é dedi­cada a fil­mes de curta metra­gem per­nam­bu­ca­nos, fina­li­za­dos entre 2010 e 2012, em digi­tal ou em 35mm.

Além da exi­bi­ção de fil­mes, a pro­gra­ma­ção con­tará com ofi­ci­nas. O evento é rea­li­zado pela Prefeitura do Recife em par­ce­ria com o Governo do Estado. Veja a pro­gra­ma­ção com­pleta. Quem é ciné­filo na cidade sabe como as exi­bi­ções no fes­ti­val cos­tu­mam ser “aca­lo­ra­das”, com público defen­dendo os pre­fe­ri­dos com fervor.

A entrada e gratuita.

Leia Mais ►

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Banda Zumba neste sábado

A Banda Zumba (Matheus Lazarin, Rogério Ribeiro e Guilherme Gazzinelli) convida seus amigos para um encontro de muito som!

Leia Mais ►

Festival Fora dos Trilhos de Artes Integradas

Primeira edição do Festival Fora dos Trilhos de Artes Integradas realiza oficinas, shows e debates no campus da Universidade Federal de Viçosa

De 28 de novembro a 1 de dezembro, o Coletivo 103 realiza a programação que reúne diversas linguagens artísticas, além da música, como o cinema e a dança.

Ao todo, são nove shows de bandas de São Paulo, Pouso Alegre (MG), Juiz de Fora (MG), Belo Horizonte e de Viçosa, claro. Os estilos são variados, tem para todos os gostos, do reggae, passando pelas vertentes do rock, ao rap. O cinema marca presença com diversas sessões de produções nacionais, entre curtas, médias e longas-metragens. A dança também desponta como uma das atrações, invadindo o espaço público de Viçosa com apresentação coreográfica de break e batalhas de b-boys.

O festival também será um espaço para o debate sobre temas como Agroecologia, Economia Criativa e Solidária, Produção e Distribuição do Audiovisual e Sistema Nacional de Cultura (SNC). Atividades de formação livre, como as oficinas de Gestão de Carreira Para Bandas, de Midialivrismo e de Fotografia – todas gratuitas e acessíveis a qualquer pessoa – também compõem a narrativa do Festival Fora dos Trilhos de Artes Integradas: campus temporário da Universidade Livre Fora do Eixo.

Confira o que vem por aí:

QUA 28/11

Observatório: Audiovisual Viçosense - Produção e Distribuição

Convidados: Wesley Costa (Clube de Cinema Fora do Eixo), Andriza Andrade (Jornalista) e Augusto Pereira (O Disparador)

Local: Sala 6 CEE - UFV - 10h

Oficina de Midialivrismo, com Daniel Froes (Mídia Livre Fora do Eixo)

15 VAGAS

Local: Sala 6 CEE - UFV - 14h

Cine 103: "Tudo Junto: pessoas, relações e peculiaridade na feira livre de Viçosa (2011)", de Fernanda Reis/ "Retalhos de uma resistência (2011)", de Lucas Guerra Quintão

Local: Casa 2 Villa Gianneti - UFV - 18h

QUI 29/11

Oficina de Gestão Carreira Para Bandas, com Tássio Lopes (Casa Fora do Eixo Minas)

15 VAGAS

Local:Sala 4 CEE - UFV - 10h

Oficina de Artesanato com reciclados, com Adriele Schmidt (Viçosa) e Raoni Garcia (Nós Ambiente Fora do Eixo)

15 VAGAS

Local:Casa 18 Villa Gianneti - UFV - 14h

Cine 103: “Eu vs Zeus (2011)", de Julio Cruz/ "Salões Oníricos (2010)", de Haendel Melo + Debate com André Laguna: escritor da história que deu origem a 'Salões Oníricos"/

"Uma história (2010)", de André Laguna (consagrado melhor curta de ficção na VIII Mostra Minas de Cinema e Vídeo História original classificada no 3º Concurso de Contos da Editora UFV)

Local: Casa 2 Villa Gianneti - UFV - 18h

Observatório: Agroecologia, Cultura e Cidade

Convidados: Irene Maria Cardoso (Departamento de Solos/ TEIA - UFV), Glauco Regis Florisbelo (Centro de Tecnologias Alternativas - Zona da Mata - CTA), Fernanda Andrade (Instituto de Homeopatia na Agricultura e no Ambiente), Rede Mutirão Ciranda (Casa Viçosa em Transição) Guilherme Coca - Articulador/mediador (estudante do Curso de Agronomia da UFV) e Raoni Garcia (Nós Ambiente Fora do Eixo)

Local: Casa 2 Villa Gianneti - UFV - 19h

MID, BODY & SOUL

Shows: Silva Soul (Juiz de Fora) e O'Zimpatas - Flor & Cultura Bar (Viçosa)

Local: Flor & Cultura Bar - 22h

SEX 30/11

Observatório: Dança, Teatro e Performance em Viçosa

Convidados: Andréa Bergallo Snizek (profª do Departamento de Dança da UFV), Daniele Marin Duran (estudante do Curso de Dança da UFV e performance) e Andreia Martins (grupo ElosQuentes)

Local: Casa 2 Villa Gianneti - UFV - 10h

Oficina de Fotografia - Metodologia do Olhar: Do Cinético ao Movimento, com Thiago Moraes (graduado em Artes Cênicas - UFOP e cursando especialização em Televisão, Cinema e Mídias Digitais - UFJF)

15 VAGAS

Local: Casa 2 Villa Gianneti - UFV - 14h

Observatório: A Cidade Que Nós Queremos – Discutindo o Sistema Nacional de Cultura

Convidados: Jeane Doucas (Casa Da Mãe Jeane), Geraldo Luís Andrade (Jornal Folha Da Mata) e Fred Maia (Casa Fora do Eixo Minas)

Local: Casa 2 Villa Gianneti - UFV - 14h

Mostra Narradores da Cidade: " Morada (20110", de Joana Oliveira

Local: Casa 2 Villa Gianneti - UFV - 18h

Observatório: Economia Criativa e Economia Solidária

Convidados: Heitor Novais (ITCP - Viçosa), Magnus Emmendoerfer (profº do Departamento de Administração da UFV) e Ygor Sas (Banco Fora do Eixo)

Local: Casa 2 Villa Gianneti - UFV - 20h

Shows:

Mangalô (Viçosa)

Veja Luz (SP)

Local: Galpão - 22h

01/12

Apresentação coreográfica de break e batalhas de b-boys - Coletivo Movimentando o Movimento (MOM)

Local: Praça Silviano Brandão (Centro) - 10h

Shows:

NV Rap (Viçosa)

Cuíca Elétrica (Alfenas - MG)

O Quinto (Viçosa)

Pedro Morais (BH)

Sonorata (BH)

Local: Praça do Itaú da UFV - 15h

Leia Mais ►

Aprovada a Lei Cultura Viva na Comissão de Finanças e Tributação

Nesta segunda-feira convocamos junto de diversas entidades, coletivos e outras iniciativas, uma mobilização para a aprovação da Lei Cultura Viva na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara. E deu certo!

Segundo a página do Facebook Lei Cultura Viva:

Aprovada a Lei Cultura Viva na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados por unanimidade!

Veja a importância da Lei (http://bit.ly/QIOlEt). Confira o relatório do relator nesta comissão Dep. Osmar Junior : http://bit.ly/UrO08m .

A lei segue para comissão de Constituição e Justiça e Cidadania, depois será votada no Senado e vai à sanção presidencial.

Vitória do Movimento Social das Culturas! #VivaLeiCulturaViva.

Leia Mais ►

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Resgate da Companhia Vera Cruz

Retirado do site do MinC em 27/11/12 do endereço:

http://www.cultura.gov.br/site/2012/11/27/resgate-da-companhia-cinematografica-vera-cruz/

 

Ministra participou da inauguração do Centro Audiovisual e assinou adesão da cidade ao SNC

Nesta segunda-feira 26, a ministra Marta Suplicy esteve em São Bernardo do Campo (SBC), região metropolitana de São Paulo. Ao lado do prefeito da

cidade, Luiz Marinho, inaugurou o Centro de Audiovisual, um moderno espaço voltado para a formação de novos profissionais e de difusão de produtos de cinema, peças para a televisão e animação gráfica, que é o primeiro passo para o resgate da histórica Companhia Cinematográfica Vera Cruz. Pouco antes, Marta e o prefeito assinaram, no Paço Municipal, um Acordo de Cooperação Federativa que marca a adesão do município ao Sistema Nacional de Cultura (SNC).

Em seu discurso, Marta ressaltou a importância histórica da Vera Cruz que começa a ser resgatada por meio do Centro Audiovisual, falou sobre os investimentos que o Brasil tem feito no setor e considerou que São Bernardo “dá um passo importante no caminho de uma ampliação do acesso à Cultura para seu povo”.

Com a adesão ao SNC, a cidade se propõe a ter uma gestão moderna, transparente e de constante diálogo entre governo federal, municipal e  a sociedade civil.

Espaço de formação e produção

Com a inauguração do Centro Audiovisual, São Bernardo do Campo caminha no sentido de voltar a ser referência em produção cinematográfica, assim como foi quando abrigou a Cia Cinematográfica Vera Cruz.

A escola oferecerá cursos gratuitos nas áreas de Cine/TV e animação 2D e 3D e as inscrições já podem ser feitas.

Marta Suplicy destacou a importância da criação do centro diante do aumento da demanda audiovisual, a partir da Lei 12.485. A norma obriga os canais de TV por assinatura a exibir em horário nobre ao menos 70 minutos semanais de conteúdo nacional em sua programação.

“O pessoal vai fabricar nessa escola e o resultado já vai estar no vídeo. Tudo o que sair de qualidade terá espaço porque as TVs estão procurando. É o casamento perfeito. Pessoas talentosas já terão espaço no mercado para mostrar seu trabalho”, comemorou.

O novo espaço é resultado de um convênio entre a Prefeitura da cidade e Governo Federal, por meio do MinC (Ministério da Cultura) e teve investimento inicial de cerca de R$ 5 milhões.

Os cursos gratuitos nas áreas de Cine/TV e animação 2D e 3D terão duração de um ano e meio, divididos em três semestres. As aulas para a primeira turma, de 75 alunos, começarão em março, após processo seletivo. A escola terá capacidade para atender 225 alunos.

A dificuldade de encontrar profissionais qualificados nesta área sempre foi um problema, segundo o cartunista Maurício de Souza, que esteve presente à inauguração. Assim como Marta Suplicy, ele disse acreditar que o centro ajudará a reduzir este déficit. “Estamos vivendo um momento histórico. Nós teremos aqui um berçário de grandes artistas”.

Participaram também do evento, o secretário de Cultura de São Bernardo, Osvaldo de Oliveira Neto, o diretor da Cinemateca, Carlos Magalhães, o chefe da Representação Regional do MinC em São Paulo, Valério Bemfica, o secretário de Articulação Institucional do MinC, Roberto Peixe, o deputado federal Vicentinho e o coordenador-geral do centro, Sérgio Martinelli.

Estúdios Vera Cruz

Localizado no Bairro Planalto (SBC), o Centro de Audiovisual é a primeira etapa do projeto de revitalização dos antigos Estúdios Vera Cruz, marco importante na história cultural de São Bernardo do Campo e do Brasil.

“Nosso desafio é de fato retomar toda produção do Vera Cruz, só que não olhando para o retrovisor, olhando para frente, para as novas possibilidades que a vida cotidiana nos coloca”, disse o prefeito da cidade Luiz Marinho.

Fundada em 1949, a Companhia Cinematográfica Vera Cruz revelou e projetou gênios de nossa arte, como Grande Otelo, Dercy Gonçalvez, Tônia Carrero, Franco Zampari, Anselmo Duarte, Glauber Rocha.

(Texto: Danielle Ribeiro)
(Fotos: Luiz Carlos Murauskas)

Leia Mais ►

FÓRUM DE POLÍTICAS CULTURAIS DE MINAS GERAIS - REUNIÃO AMPLIADA

Print

O Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais, constituído por diversas instituições governamentais e não governamentais, atuante no Estado desde agosto/2011, irá realizar no dia 29 de novembro de 2012, às 14h, na Funarte MG (Rua Januária, 68), reunião ampliada com o objetivo de apresentar o resultado das orientações de adesão dos municípios mineiros ao Sistema Nacional de Cultura e elaborar agenda de prioridades para o ano de 2013.

O principal desafio deste Fórum é fortalecer espaços de diálogo e aprofundamento das questões relacionadas à Política Pública de Cultura, aproximando Governos Municipais, Estadual, Federal e a Sociedade Civil para instituir e fortalecer o Sistema Nacional de Cultura.

Para outras informações, esclarecimentos e confirmação de presença, gentileza acessar o e-mail:divulgacaomg@cultura.gov.br.

Representação Regional Minas Gerais - Ministério da Cultura

Endereço: Rua Rio Grande do Sul, 940, Santo Agostinho - CEP: 30.170-111 - Belo Horizonte/MG - Tel.: (31) 3055- 5900

Visite: http://www.cultura.gov.br/site/categoria/representacoes-regionais/

Leia Mais ►

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Hoje começa na UFVJM e no Papo Café, confira a programação!

Leia Mais ►

Lei Cultura Viva

Venha junto nesta mobilização para aprovação da Lei Cultura Viva na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados. O modelo de financiamento e os mecanismos de controle hoje existentes se mostraram bastante inadequados para o setor cultural. Este é um tema sensível e urgente, que precisa ser enfrentado em conjunto pelo executivo, legislativo e a sociedade civil.

Como principal contribuição nesta etapa, a Lei vai criar um Cadastro Nacional de Pontos de Cultura simplificando os processos de contrato entre entidades culturais e governo, além de abrir caminho para repasse de recursos e prestação de contas mais adequados à dinâmica destas entidades e suas comunidades criando assim um novo marco no relacionamento entre governo e entidades comunitárias. Este instrumento, apesar de simplificado, está dentro da constitucionalidade, legalidade e dos controles sociais existentes.

Participe do Twitaço dia 27/11 às 14 horas. Onde iremos twittar todos os membros da Comissão e Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados solicitando que seja votado e aprovado o relatório do Dep. Osmar Junior (PCdoB/PI) referente ao PL 757/2011.

Mande -e-mails para cada um dos deputados da Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados solicitando que seja votado e aprovado o relatório do Dep. Osmar Junior (PCdoB/PI) referente ao PL 757/2011. Lei Cultura Viva. Confira lista de e-mails, twitters e facebooks dos membros da CFT: http://bit.ly/XUVLrb

Nós da Associação Mucury Cultural já enviamos nosso e-mail!
Leia Mais ►

Carlos Farias convida: "Cantigas e histórias no São Francisco – cidadania pela arte”

Enviado por Carlos Farias

"Cantigas e histórias no São Francisco – cidadania pela arte”

O cantor e psicólogo Carlos Farias foi um dos artistas selecionados pela Funarte/Ministério da Cultura para realizar ações artísticas e culturais em cidades do Norte de Minas, dentro do Edital Microprojetos Rio São Francisco. Eis o roteiro escolhido por ele:

1 - BONITO DE MINAS – 27/11/12 - Terça-feira – 19 horas

Local: Escola Estadual Henrique de Matos

2 - JANUÁRIA – 28/11/12 - quarta-feira – 08:00 horas

Local: Instituto Federal de Educação do Norte de Minas Gerais (IFNMG)

3- JANUÁRIA – 29/11/12 – quinta-feira – 08:00 horas

Local: Fundação Caio Martins

4 – PEDRAS DE MARIA DA CRUZ - 29/11/12 – quinta-feira, 19h30

Local: Escola Estadual de Pedras de Maria da Cruz

Participação especial de alunos e artistas locais.

Natural de Machacalís – MG, Carlos Farias é um artista comprometido com a preservação e divulgação da cultura popular dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas. Dentre as suas ações, destaca-se a criação do Coral das Lavadeiras de Almenara, com o qual vem alcançando reconhecimento nacional e internacional.

Agradecimentos: alunos, professores e diretores das escolas participantes; artistas locais, poetas Marli Fróes, Laís Evelyne e Luã Raoni (assistente de produção).

Leia Mais ►

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

O Panorama Setorial da Cultura Brasileira

    Retirado do Cultura e Mercado em 19/11/12 do endereço:

    http://www.culturaemercado.com.br/pontos-de-vista/o-panorama-setorial-da-cultura-brasileira/

    Por Gisele Jordão

    Compreender o cenário da Indústria Cultural Brasileira por meio da perspectiva dos atores da indústria da cultura é o objetivo central do Panorama Setorial da Cultura Brasileira.

    Se a cultura e a arte são, necessariamente, centradas no talento humano, em seus contextos e realidades, entender os atores da indústria, seus papéis e perspectivas constitui o cenário na visão de quem faz cultura.

    Para compor o ambiente desta investigação, portanto, é necessário compreender o papel de cada ator e como se relacionam entre si.

    Na perspectiva proposta pelo Panorama Setorial da Cultura Brasileira (PSCB), os atores do setor cultural brasileiro podem ser entendidos por:

    • Agentes – responsáveis pela produção da cultura: artistas, produtores/gestores e fornecedores de serviços;

    • Viabilizadores – concentram dois atores fundamentais: o governo, responsável pelas políticas e financiamento do setor e a iniciativa privada, com contribuições de financiamento e parceria com o governo;

    • Difusores – contemplam todos os responsáveis pela distribuição e divulgação dos bens e serviços culturais. Veículos de imprensa, teatros, bibliotecas, aparelhos culturais, pontos de venda, críticos etc. estão neste grupo;

    • Público – consumidores e beneficiados pelas atividades culturais.

      • Nesta pesquisa, os atores observados foram o governo, a iniciativa privada e os produtores/gestores culturais, privilegiando a relação entre agentes e viabilizadores. Este recorte foi estabelecido para a coleta de dados, no intuito de compreender perfis e universos destes atores e, consequentemente, apresentar evidências de como interagem entre si.

        Desta forma, o PSCB foi construído a partir de três métodos combinados de pesquisa de mercado e olhar editorial:

        • Desk-research, contemplando pesquisas anteriores sobre cultura no Brasil e referências de países estrangeiros, com dados existentes entre 2007 e 2012;

        • Pesquisa qualitativa, com decisores e investidores de cultura públicos e privados de todo o País;

        • Pesquisa quantitativa, com produtores/gestores culturais em todo o Brasil e,

        • Editorial, para deixar a leitura mais prazerosa e o material mais rico, foram preparadas matérias jornalísticas ilustrativas que retratam algumas iniciativas e perspectivas da cultura nacional.

        Cada um destes métodos foi orientado por objetivos específicos, estruturados para responder ao objetivo principal do PSCB.

        Mais detalhes sobre a metodologia você encontra em www.panoramadacultura.com.br.

        *Texto escrito com Renata Allucci

        **A partir do dia 13 de novembro, Cultura e Mercado publicará materiais inéditos com base na pesquisa Panorama Setorial da Cultura Brasileira, em parceria com a 3D3 Comunicação. Clique aqui e saiba mais.

      Leia Mais ►

      O MUMIA ¹º continua…

      Leia Mais ►

      2º Encontro SESC da Mineiridade Cultural

      Leia Mais ►

      quarta-feira, 14 de novembro de 2012

      Votação do Marco Civil da Internet é adiada pela quinta vez

      Retirado do Cultura e Mercado em 14/11/12 do endereço:

      http://www.culturaemercado.com.br/convergencia/votacao-do-marco-civil-da-internet-e-adiada-pela-quinta-vez/

      da Redação

      A votação do Projeto de Lei 2.126/2011, o Marco Civil da Internet, foi adiada pela quinta vez desde que chegou à Câmara, em julho. Segundo o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), o adiamento foi acordado  entre os líderes na bancada da presidência da Casa e deve acontecer na próxima semana.

      O projeto sofre pressões principalmente por dois pontos: neutralidade e responsabilização de provedores por retirada de conteúdo – sendo que essa última ainda envolve discussões sobre direitos autorais, o que acabou gerando a intervenção do Ministério da Cultura.

      Segundo o relator, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), há uma série de novas emendas apresentadas que podem prejudicar ainda mais a votação do projeto de lei. “Eu espero que não passem, vou conversar com os parlamentares para ver se dentro das coisas que eles trazem, é possível fazer aperfeiçoamentos sem desfigurar o texto.”

      Clique aqui para ler a matéria completa do caderno Link e aqui para ler artigo de Guilherme Varella sobre o assunto.

      *Com informações do caderno Link, do Estadão.com

      Leia Mais ►

      6° Encontro De Violas na Serra do Cipó

      Leia Mais ►

      III PRÊMIO ZUMBI DE CULTURA e IV COMEMORAÇÃO DA CONSCIÊNCIA NEGRA NO PALÁCIO DAS ARTES

      Leia Mais ►

      Exposição 4 Individuais Simultâneas

      Enviado por Álvaro Azzan

      Leia Mais ►

      sexta-feira, 9 de novembro de 2012

      Aline de Lima em Teófilo Otoni

      Na última quarta-feira, 07, tivemos o prazer e a honra de produzirmos em parceria com a SL Produtora, o primeiro show voz e violão da Aline de Lima no Brasil e o seu primeiro show em terras mineiras.

      Com seu talento e sua doçura, Aline logo conquistou o público no Papo Café, repertório belíssimo, músicas de seu último disco, Marítima, lançado na Europa em 2011 e agora aqui no Brasil foi o nosso deleite de uma noite quente e nublada.

      Aline tem um trabalho autoral muitíssimo elaborado, transitando na bossa nova e do que chamamos da MPB clássica, ritmos tradicionais maranhenses, reggae, jazz e muita contemporaneidade, o idioma preferido na música é o português, por sua musicalidade intrínseca, mas o inglês e o francês marcam esta cantora multi e transcultural. Ah, e sua voz é de um tom delicadamente grave, o conjunto formado a partir de sua beleza, simpatia e sensualidade, trazem um sabor delicioso ao show voz e violão.

      Em nossas conversas todas, discutimos sobre a importância do profissionalismo tanto no trabalho de produção, quanto no trabalho duro do artista, e que cada vez mais vem sendo cobrado em todo o mundo, um grau altíssimo de comprometimento e conhecimento nas áreas ligadas à arte e à cultura, e mais ainda no Brasil, país que se destaca no cenário internacional na arte e na cultura muito antes deste momento de prosperidade econômica.

      Outro assunto de nossa pauta fora a internet e sua potencialidade para o cenário musical e artístico de maneira geral, Aline faz questão de disponibilizar todos os seus álbuns no seu site (alinedelima.com) para que possamos ouvi-los, e para comprá-los, a melhor dica é o iTunes.

      E já que falamos na net, a nossa maranhense franco-nordestina favorita, chegou a Teófilo Otoni por causa de uma quadrilha drummondiana no Facebook: Daianne Prates (Mucury Cultural/Teófilo Otoni) que conhecia Jacqueline Silvério (João Monlevade) que conhecia Samira Lima (SL Produtora/RJ).

      Bem, e ela não teve boa vida não, logo pela manhã do dia 5, Aline desembarca por aqui e logo fomos correr o trecho de assessoria de imprensa, esta rotina foi até o dia 7 á tarde, antes dos preparativos finais para o show: Rádio 98FM no programa Encontro marcado com Aníbal Gonçalves; Bom dia Minas na filiada à Globo, a InterTv dos Vales de Minas Gerais; matéria e entrevista no Jornal Diário de Teófilo Otoni; Balanço Geral na TV Leste, afiliada à Record; Programa Brasil SU com Nazareno Marques na Rádio Imigrantes FM; e na Rádio Mucuri AM no programa Bate Papo com Thiago Ribeiro. Aproveitamos para agradecê-los pelo apoio e divulgação do show.

      Agradecemos ainda os parceiros que contribuíram à realização do Show, o Hotem Lancaster e ao Papo Café, sem contar de nossa grande parceria com a SL Produtora.

      Só mesmo depois do show é que demos uma folguinha, fomos aproveitar uma das especialidades gastronômicas desta terra quente, uma carne-de-sol com mandioca e feijão tropeiro, a uma Mate-Cola (risos), muita conversa fiada.

      Este foi um dos eventos e das produções mais importantes que a estivemos presentes como Associação Mucury Cultural, e este ano de 2012 foi marcado pelo estabelecimento de grandes parcerias, entre elas, a SL Produtora. Nosso papel no cenário cultural local e regional vem sendo marcado pela diversidade, pelo intercâmbio e pela valorização dos artistas e agentes culturais locais, o trabalho cultural tem de ser caracterizado pela troca, uma vez que a cultura é o espaço das trocas simbólicas, são as cores, sabores, cheiros, sons e texturas diferentes que nos fazem brasileiros, e é esta a essência da música de Aline de Lima.

      Que em 2013 tenhamos muito mais e mais Aline de Lima no Brasil e em Teófilo Otoni também!

      Confira os links:

      Diário entrevista cantora Aline de Lima

      http://diariodeteofilootoni.com.br/index.php/home/entrevistas/22-diario-entrevista-cantora-aline-de-lima

      Mucury Cultural apresenta show franco-brasileiro

      http://diariodeteofilootoni.com.br/index.php/cidade/21-mucury-cultural-apresenta-show-franco-brasileiro

      Cantora Aline de Lima lança novo disco no Brasil

      http://globotv.globo.com/inter-tv-mg/bom-dia-minas-vales-mg/v/cantora-aline-de-lima-lanca-novo-disco-no-brasil/2229026/

      Leia Mais ►

      PROGRAMAÇÃO MUMIA¹º EM TEÓFILO OTONI

       

      “Um ciclo se completa. Dez anos como proposta de acreditar que a não seleção foi a melhor saída num mercado competitivo e subversivo do cinema de animação.

      Muita coisa aconteceu nesse curto espaço de tempo. Uma mostra que começou pequena e com a intenção de mostrar nossos próprios trabalhos ganhou as graças do mundo ao ser vista, comentada, discutida e colocada na rota em todos cantos do planeta, possibilitando o intercâmbio do que se faz em todos os lugares em termos de cinema de animação. A mostra anualmente vem sendo pensada e gestada para oferecer gratuitamente o melhor da produção mundial.

      Nestes dez anos os locais de exibição mudaram assim como mudaram as pessoas que vieram somar seus conhecimentos em prol de um mundo mais colaborativo e tolerante. E assim vislumbramos os próximos anos. Um eterno movimento onde paramos cada ano para celebrar.

      Dez anos nos permite olhar retrospectivamente e ver como o cinema de animação brasileiro evoluiu nesse período. Hoje temos certeza que o mercado de animação está se consolidando no Brasil e que essa riqueza de diversidade e criatividade é resultado de mentes que não param de se reinventar. As duvidas permanecem e acreditamos serem importantes para o desenvolvimento e crescimento” (Sávio Leite, idealizador e realizador do MUMIA).

      Praça Antônio Carlos (ponto-final dos ônibus municipais):

      Dia: 14/11

      20h:00min – Mostra Nacional 3

      Dia: 21/11

      20h:00min – Mostra Mineira 1

      Dia: 05/12

      20h:00min – Mostra Juvenil

      Mercado Municipal:

      Dia: 17/11

      10h:00min – Mostra Infantil

      Dia: 24/11

      10h:00min – Mostra Juvenil

      Dia: 01/12

      10h:00min – Mostra Nacional 5

      SESC-MG – Encontro da Mineiridade Cultural

      Espaço Cultural Casarão do SESC-MG

      Endereço: Avenida Bernarda Barbosa Laender, 146 – Centro

      Dia: 21/11

      14h00min - Mostra Mineira 1

      Dia: 22/11

      14h00min - Mostra Mineira 2

      Dia: 23/11

      10h00min - Mostra Nacional 2

      Espaço Cultural In-Cena

      Endereço: Rua Francisco Sá, 129 – Centro.

      Dia: 15/11

      19h00min - Mostra Nacional 06

      Dia: 16/11

      19h00min - Mostra Juvenil

      Papo Café

      Endereço: Rua Doutor Manoel Esteves, 150, Lj. 05 – Centro

      Dia: 26/11

      18h00min - Mostra Nacional 1

      19h00min - Mostra Internacional 1

      Dia: 27/11

      18h00min - Mostra Nacional 2

      19h00min - Mostra Internacional 4

      Dia: 28/11

      18h00min - Mostra Nacional 4

      19h00min - Mostra Internacional 6

      Dia: 29/11

      18h00min - Mostra Nacional 5

      Sessão: Mostra Internacional 14

      Dia: 30/11

      18h00min - Mostra Infantil

      19h00min - Mostra Juvenil

      UFVJM

      Mini-Auditório

      Dia: 26/11

      16h00min - Mostra Mineira 1

      17h00min - Mostra Mineira 2

      18h00min - Mostra Especial Docvoilá - França

      Dia: 27/11

      16h00min - Mostra Nacional 1

      17h00min - Mostra Nacional 2

      18h00min - Mostra Nacional 3

      Dia: 28/11

      16h00min - Mostra Nacional 4

      17h00min - Mostra Nacional 5

      18h00min - Mostra Nacional 6

      Dia: 29/11

      16h00min - Mostra Internacional 1

      17h00min - Mostra Internacional 2

       

      Dia: 30/11

      16h00min - Mostra Internacional 3

      17h00min - Mostra Internacional 4

      18h00min - Mostra Internacional 5

      Dia: 03/12

      16h00min - Mostra Internacional 6

      17h00min - Mostra Internacional 7

       

      Dia: 04/12

      16h00min - Mostra Internacional 8

      17h00min - Mostra Internacional 9

      18h00min - Internacional 10

      Dia: 05/12

      16h00min - Mostra Internacional 11

      17h00min - Mostra Internacional 12

      18h00min - Mostra Camera, Etc - Bélgica.

      Dia: 06/12

      16h00min - Mostra Internacional 13

      17h00min - Mostra Internacional 14

      18h00min - Mostra Especial Docvoilá - França

      Dia: 07/12

      16h00min - Mostra Infantil 1

      17h00min - Mostra Infantil 2

      18h00min - Mostra Juvenil

      Mais informações sobre o MUMIA, clique aqui.

      Para o Catálogo do MUMIA 10, aqui.

      Leia Mais ►

      Roda de debates do Congresso Fora do Eixo é aberta

      Retirado do site Congresso Fora do Eixo em 09/11/12 do endereço:

      http://congresso.foradoeixo.org.br/2012/11/08/roda-de-debates-do-congresso-fora-do-eixo-e-aberta/

      Momento 2.0 da rede buscando um pós marca, uma frente onde as pessoas dão as mãos juntasfinal

      Talles Lopes, gestor da casa Fora do Eixo, deu início à roda de debates do Congresso Fora do Eixo Minas, com coletivos de várias cidades e estados reunidos, recapitulando um pouco da trajetória dos congressos já realizados pela rede e enfatizando a importância dos coletivos estarem juntos para trocarem vivências territoriais e as estratégias desenvolvidas coletivamente.

      “Estamos em um momento chamado de 2.0 da rede. Dentro desse cenário é preciso cada vez um diálogo entre as tecnologias desenvolvidas pelo Fora do Eixo com outros movimentos culturais, o que se denomina de ‘pós-marca’”, declarou.

      Cada vez mais vemos a necessidade de nos articularmos em rede, seja dentro do campo cultural ou político e social. Numa contemporaneidade que cada vez mais exalta o individual e a separação de pessoas por marcas, nichos, bandeiras ideológicas, etc. É preciso pensar numa contra-maré, na qual a coletividade se levanta como ferramenta de sustentabilidade social e cultural.

      “Para ser social é preciso ser periférico”

      Logo depois, a roda foi aberta para cada participante compartilhar suas práticas e experiências em rede, buscando trocas no espaço cognitivo offline. Cada trabalho desenvolvido procura ir contra modelos engessados de comunicação e de pontes entre pessoa, procurando um exercício de construção coletiva e de protagonismo em cada território.

      Entre os coletivos presentes, estava a galera de Juiz de Fora que pontuou a importância de sistematizar o processo de crescimento do Hip Hop dentro dos circuitos de cultura urbana no estado. Durante os próximos dias, temas como: universidade Fora do Eixo, casa Fora do Eixo, hospedagem solidária, cultura urbana, captação de recursos e plataforma livre, dentre outros, serão debatidos. O cenário cultural do Brasil tem mudado, mas a luta pela representação, igualdade de direitos e de potências culturais ainda continua.

      Leia Mais ►

      2º Encontro SESC da Mineiridade Cultural

      Leia Mais ►

      terça-feira, 6 de novembro de 2012